domingo, 28 de junho de 2015

Esse Arroz de Carreteiro Junino tava caseiro e bão demais sô!!!!

Uma delícia!!!
Quentinho e com o friozinho que tá fazendo....hummmmm!!!!

Escrevi muito aqui, mas verá que depois de ter os cubos de carne e a linguiça,
é bem simples. SIMPLES E DELICIOSO!!!


Ingredientes: 1 lata de ervilha (ou aquela congelada – melhor ainda), 2 colheres (rasas) de margarina/manteiga, 2 xícaras de arroz cru, 4 xícaras de caldo de carne caseiro (ou água + 2 cubos de caldo de carne de sua preferência), 1 cebola grande picada em cubinhos, 4 dentes de alho (grandes) picados (retirar a pele do meio), sal a gosto, 5 linguiças calabresas (de frango defumado) e 500g de carne seca cortadas em cubos médios a pequenos e 1 colher de cheiro verde picado (cebolinha + salsa) e, se quiser, 1 colher (sopa) de azeite extra virgem. Para cozinhar a carne (já dessalgada – ou compre dessalgada), usei água até cobri-la e temperos (1 cebola cortada ao meio, sal, ervas, 2 dentes de alho inteiros e 1 fatia grossa de pimentão verde). Usei esse caldo de carne para fazer o arroz.



Modo de fazer: bem, é fácil de fazer, se você já tiver os ingredientes cortados. (1) No caso da carne, se comprar charque salgado precisa dessalgá-lo (como se faz com o bacalhau – trocando água ou fervendo para tirar o sal, se não tiver tempo de esperar). Sempre a corto em cubos e a cozinho com temperos na panela de pressão por meia hora. Isso é a primeira coisa que faço. (2) Enquanto cozinha, corto as linguiças em rodelas (e depois a rodela ao meio) e as afervento rapidamente. É só o tempo de ferver a água e notar que ela solta a pouca gordura que ainda tem. Escorro essas linguiças picadas e aferventadas e as reservo. (3) Hora de fazer o arroz. Uso o caldo do cozimento da carne e, se precisar, acrescento sal e ponho para ferver. Enquanto isso, lavo o arroz e o deixo na peneira para refogar a cebola com alho na panela em que farei o arroz, ponho a cebola e o alho para refogar. É aqui que você acrescenta, se quiser, a colher (sopa) de azeite. Eu não pus nada. Uso uma panela de inox (se a sua for antiaderente, melhor ainda). Quando começa a esquentar, ponho o arroz (que ainda está úmido, pois acabei de escorre-lo) e faz aquele “thciiiii” e o misturo com esses temperos. É o tempo de a água ferver e ele secar e jogo a água e de novo o chiado da água no quente. Nessa hora nem vi que tinha deixado uma parte na tampa e acabou empretecendo (acho que queimou de alguma forma, nem sei como, mas o arroz ficou intacto. Bem, agora provo sal, acrescente, se precisar, misturo rapidamente (e só essa vez) e tampo a panela (deixo um pouquinho aberta só). Enquanto cozinha, refogo a carne e a linguiça na margarina/manteiga. É a hora de pôr as ervilhas lavadas para refogar nessa mistura. Rapidamente ficam macias. Desligo e ponho o cheiro verde. Vejo que o arroz está praticamente sem água. Ponho a mistura da carne com linguiça e ervilha e dou apenas 1 misturada. Desligo a panela do arroz e tampo. Está pronto. É tudo muito rápido.


Final de junho....uma pena!
Mas teremos mais festas, agora "julhinas" pela frente!!!
Férias e viagens também para muitos!

E se a vida nos der um limão de surpresa, vamos fazer uma limonada,
pois a nossa vida é muito mais que isso!

Vamos aproveitar!!!

Uma ótima semana a todos!

Beijinhos da Sil!!! :-)



terça-feira, 23 de junho de 2015

Bife à Rolê caseiro com batata assada (ou sem ela): prático e bem gostoso!

Ficou bem gostoso mesmo e a turma aprovou!





RECEITA da DOCE LAR para VOCÊ!

 

Ingredientes: 7 bifes grandes para você enrolar. No recheio, usei, para cada bife, 1 tirinha de linguiça defumada de frango, 1 de linguiça, 1 vagem cortada na metade. Para temperar os bifes, 1/2 xícara (chá) de shoyo, um pouquinho de sal, orégano, alho, 1/2 xícara (sopa) vinagre de maçã, 4 dentes de alho picadinhos (sem o miolinho do meio) e pimenta-do-reino em pó (1 colher de chá ou como preferir). Para cozinhar os bifes, use umas 4 tirinhas de pimentão de cada cor, 1 cebola pequena cortada em tirinhas e uns 4 dentes de alho novamente (sem as tirinhas do meio). Para enfeitar, 1 lata de ervilhas (ou congelada), lavada, escorrida e refogada em 1 colher (sopa) de margarina.

Modo de Fazer: compre os bifes de sua preferência, mas têm que ser bifes grandes (assim à rolê, já enrolados com recheio). ponha os recheios que preferir (usei, desta vez, 1 tirinha de linguiça defumada de frango, 1 de linguiça, 1 vagem cortada na metade). Feche com palitos - dão uns 2 a 3 para cada um. Depois tempere ao seu gosto (eu usei orégano, sal, vinagre, alho e um pouquinho de pimenta-do-reino em pó). Ou faça isso na véspera ou deixe de molho por 1hora, virando na metade do tempo. Ponha primeiro na panela de pressão. Por cima, joguei os pimentões coloridos, o alho e a cebola. Acrescentei 1 xícara de água filtrada e outra de caldo de carne. A depender do tamanho de sua panela, pode acrescentar o dobro disso, pois, ao final, pode coar e congelar parte do caldo que não usará. Prove o sal. Se precisar, acrescente mais (ou mais caldo, mas água somente não). Leve para cozinhar por 30 a 40 minutos na panela de pressão (quando ela começar a ferver, baixe o fogo). Enquanto isso, à parte, refogue a ervilha lavada e escorrida na margarina e desligue. Voltando à carne, deixe esfriar novamente e retire com cuidado com escumadeira e ponha os bifes na panela em que refogou a ervilha (por cima dela), somente enquanto coa o caldo. Arrume, um-a-um dos bifes, sem os palitos, em uma vasilha de vidro e jogue (metade por cima e metade nas laterais) o que ficou na peneira ao coar o caldo. Por cima, ponha as ervilhas refogadas para enfeitar.


Dica: sempre tenho porções caseiras de diversos tipos de caldos, pois faço os meus em casa e os congelo nos potes de requeijão, mas pode usar sazon, por exemplo.


Como tinha feito as batatas ao forno com ervas,
pus também para dar um toque e ficou ótimo!


Uma ótima semana a todos!

Beijinhos da Sil!!! :-)

domingo, 21 de junho de 2015

Torta de Espinafre, Abobrinha, Ricota e Temperos: além de leve, é deliciosa, não tem glúten, nem lactose!

Resolvi testar e postas mais uma receitinha fit pra vocês!
Comi como acompanhamento no almoço de hoje.
Todos adoraram! Aliás, o almoço todo foi ótimo!


Além de super saboroso, tava muito leve mesmo!
É fácil de fazer, principalmente para quem já tem tudo picado.


Veja aqui os benefícios do espinafre
e, neste link, os benefícios da ricota!
Sugestão de vinhos para harmonizar com essa torta.


É assim....


Bata, no liquidificador...
 1/2 xícara (chá) de leite sem lactose (usei a marca Piracanjuba),
1/4 da xícara (chá) de azeite (ou óleo de coco - na receita original, era óleo),
2 colheres (sopa) de farinha de arroz
(a receita original era com farinha de trigo), 
1 colher rasa (sobremesa) de fermento em pó (aquele para bolos)
e reserve em um bowl.
Essa mistura não fica grossa.
Fica levemente cremosa; mais para líquida.

À parte, lave as folhas de 1 maço de espinafre e ferva em água filtrada com sal a gosto.
Escorra bem, esprema, pique e reserve no mesmo bowl. 

À parte, pique 1 tomate (sem sementes, mas pode deixar a pele), 1 cebola média
(acabei esquecendo de pôr, pode?) e junte ao líquido do bowl.


Acrescente a essa mistura: 1 xícara (chá) de abobrinha ralada (ralo grosso),
1 xícara (chá) ricota amassada com garfo e misture bem.

Ponha agora: 1 colher (sobremesa) de queijo parmesão ralado,
1 colher (chá) de orégano, outra de salsinha desidratada, outra
de semente de linhaça dourada e outra de chia.
Prove sal e misture tudo bem.

Você pode ver (pela foto) que fica uma parte um pouco
"aguada" e parece até que não dará certo, mas dará!

Unte a forma que desejar (usei a de pão), mas dê preferência à antiaderente
(usei bastante margarina). Depois polvilhe com bastante farinha de arroz
e ponha a mistura na forma. Polvilhe com queijo parmesão ralado (aquele pronto mesmo,
mas se tiver como ralar na hora o faixa azul, ficará melhor ainda).

Leve agora ao forno médio pré-aquecido por uns 30min
(depende do forno de cada um) e sirva quente.


Ah,  quase esqueço de dizer que achei essa receita em um papel pequeninho,
(copiei de alguém na correria, pelo visto)....
..ao dar uma olhada em um livro de receitas.
Acho que tem uns 5 anos.
É, há 5 anos, ninguém falava de lactose ou glúten,
exceto os que batiam em hospital ao consumi-los...

Resolvi inovar. Nele não havia a abobrinha, por exemplo.
E sobre as outras mudanças? Bem, são aquelas de que falei lá em cima....


Dica: se enfarinhado com farinha de trigo, fica mais fácil de soltar.
A minha ficou um pouco grudada e tive um pouco de dificuldade
de soltar a torta, mas é que errei ao escolher uma forma que tinha sulcos dentro dela.
Melhor que seja lisa.....
Enfim, é fácil, não?

Simples, gostosa e saudável, basta picar tudo e misturar.
É basicamente isso.

Outras receitas com espinafre:











 

Uma dica final que acabei de ver no site da querida Lylia!
Valeu, amiga!


Você pode participar gratuitamente do

Uma ótima semana a todos!


Beijinhos da Sil!!! :-)

domingo, 14 de junho de 2015

Enroladinho com Rap 10 em Poucos minutos - recheio de Salsicha ou de Queijo com Presunto ou somente com Queijos - escolha seu recheio!

O método é muito simples e fica tudo pronto rapidinho.
O melhor é que poderá inovar no recheio, da forma que preferir.



É basicamente assim que se faz: 

(1) Separe seu recheio, o molho de tomate e a mostarda djon.
(2) Monte o Rap 10 com o recheio e feche com o palito.
(3) Ponha palitos (eu só pus 1 para cada lado) e parta ao meio.
(4) Leve ao forno médio pré-aquecido para derreter o queijo e dar crocância.
(5) Sirva quente!


 O recheio pode ser de salsicha com queijo muçarela...


...ou de queijo muçarela e presunto picado....


....só de queijos (nesse caso, minas e muçarela).



O que mudei na receita....

(1) No caso da salsicha, fervi, escorri, lavei e repeti o procedimento.

(2) no recheio de salsicha, além de usar menos palito
(acho melhor usar 2 para cada pedaço e não 1 como usei),

(3) só fiz 1 deles com mostarda, pois a turma não queria,
e acrescentei uma pitada de orégano.

(4) devido à hora do "cineminha", corri e acabei esquecendo
de cortar ao meio em diagonal.

(5) não untei a forma antiaderente e não teve problema.


Como não gosto mais de nenhuma salsicha e era a última metade
de pacote que tínhamos aqui (não compraremos mais salsicha),
resolvi usar. Também não gosto de presunto,
mas meu filho tinha comprado 100g e fiz pra ele.
Para minha filha e meu marido, a de queijos.

Aproveitei que veio uma amiga com filho que adora salsicha e
testei essa receita rápida!
Pra falar a verdade, como temos mudado a alimentação,
só repetirei essa dose se for com recheio mais saudável.
Ainda bem que foi repartida com todos e
todos comeram um pouquinho.
Como foi sessão de cinema em casa, rolou pipoca!

Dicas de outros recheios mais saudáveis....
- muçarela de búfala com ricota e tomatinho cereja (e orégano).
- queijo magro, presunto de peru, alface e tomatinho.
- frango desfiado com creme de ricota, tomate e salsa.
- pasta de ricota com azeitona e alface.
- pasta de atum com ricota e azeitonas.
- pasta de alho com ricota e alface.
- pasta de ricota com tomate seco e rúcula.


Veja aqui muitas receitas com Rap 10!



A receita que fiz ontem foi tirada da Panelaterapia.
e os passos foram esses abaixo....
....siga cada um deles e veja como é simples!



O que gostei nesta receita...

A crocância do Rap 10 no forno !
(bom para quem gosta crocante, como eu). 

A possibilidade de fazer um lanche rápido, gostoso e saudável!
(usando outros recheios)


O que não gostei nesta receita...

Por ser de salsicha!
(com certeza, teria gostado mais se fosse com outros recheios)

Porque comi calorias sem comer algo tão legal assim!
(gostei, mas nem tanto - e resolvi postar mesmo assim,
para dar meu depoimento a vocês - troquem o recheio)

Porque o queijo muçarela derreteu muito e deixou mais gorduroso!
(Prefira a muçarela de búfala com ricota)



Enfim, fica a dica, pois é prático e são muitas as opções saudáveis.


Uma ótima semana a todos!

Beijinhos da Sil!!! :-)

terça-feira, 9 de junho de 2015

Filé de Tilápia ao Molho de Legumes e Leite de Coco: sem glúten e sem lactose...e muuuuuuuuito gostoso!!!!

Olha só que delícia de peixinho, bem facinho de fazer!


Basta uma salada e arroz e pronto!


Muito simples de fazer....

Em uma panela, fiz as seguintes camadas:
uma de 1 cebola picada, outra de 2 tomates grandes picados (sem sementes),
outra de 1 colher (sopa) de pimentão verde picado + 3 dentes de alho picados,
outra de leite de coco (1 vidrinho de 200ml) + 1/2 o mesmo vidrinho de água e
outra de peixe que temperei apenas com sal e limão.


Polvilhei com cheiro verde e depois o sal (antes de pôr o peixe)
Liguei o fogo e tampei a panela e fiquei cuidando do peixe de vez em quando,
para que não ficasse muito mole, e desliguei o fogo,
assim que senti o peixe pronto.


Retirei cuidadosamente todo o peixe, bati o restante no liquidificador
com 1 colher (sopa) de azeite extra-virgem.

As próprias verduras engrossaram o molho
(se quiser menos vermelho, ponha só 1 tomate).

Pus o peixe de volta, com cuidado, colocando
um pouco do molho por cima e enfeitando com
cheiro verde., liguei o fogo para sair fumacinha e servi.

Só isso? Só isso mesmo!
Sem lactose, sem gordura e sem glúten.

Ah, mas usei o filé de peixe da Copacol,
que é ótimo - nunca encontrei 1 espinha nele.


Experimente você também!!!!

Beiijnhos da Sil!!!:-)

domingo, 7 de junho de 2015

Rigatoni de Frango com Ervilhas e Molho de Soja ("Shoyo"): Praticidade e Sabor juntos!

Já eram 11h15 e precisava correr para fazer o almoço.
Como normalmente ocorre aos sábados, queria sabor em um só prato,
pois é um dia sempre corrido.
E deu certo de novo!


Bem, normalmente gosto de usar recheios no rigatoni,
mas isso daria mais trabalho e não tinha outro macarrão...
...aí fiz com ele mesmo!


Usei sal somente na água do macarrão.
O frango não foi temperado no sal.
Usei shoyo e água para regular o sal.



Veja como é simples!!!!

Enquanto vai fazer o frango, ponha a água para ferver.
Ao ferver, acrescente 4 colheres (chá - cheias) de sal
e ponha a massa para cozinhar no tempo indicado no pacote.

 

Usei essa marca que estava em teste.
Não é a que eu compro, mas ela passou no teste!
è que agora tenho comprado macarrão de arroz ou de milho....


Primeiro, dourei 1kg de peito de frango, que havia temperado na véspera com alho,
um pouco de shoyo e ervas, em uma panela antiaderente, com apenas 1 fio de azeite.
Escorra-o antes de pôr na panela (estilo wok, mas não fiz nela).
E não esqueça de pôr somente após o azeite esquentar (em fogo médio).


De vez em quando, pingue um pouco de água do filtro.
Fará aquele chiado de quente/queimando. Coloque a tampa e balance
ou vá misturando com a colher. Repita até que fique bem douradinho.


Quando notar que está mais torradinho, 
ponha 4 dentes de alho picadinhos e sem o miolinho
e vá dando a tostadinha. Ao notar que está escurecendo,
acrescente 1 cebola picadinha e misture bem.

Agora é só acrescentar mais shoyo com água
 (a água é o dobro do shoyo)

Antes de ela ficar mole demais, 
ponha  1 lata de ervilha lavada e escorrida e misture bem
(melhor se tiver a ervilha daquelas congeladas no pacotinho).

À parte, misture 1 colher de (sopa - cheia) de amido de milho
e dissolva em um pouco de água.

Ponha na mistura de frango e regule o sal e a espessura,
apenas com shoyo e água. Está pronto.

Ponha aqui o macarrão, misture e sirva quente!

Bom apetite!!!

 Beijinhos da Sil!!! :-)