segunda-feira, 30 de abril de 2012

Sopa de Cebola para aquecer o corpo no friozinho......

Essa receita italiana é uma delícia, além de leve e fácil de fazer.


Não custa muito e dará uma boa aquecida no corpo,
se você está em uma das cidades onde está frio hoje!


Ingredientes: 160g de cebola em rodelas finas, 100g de manteiga/margarina, 20g de farinha de trigo, 1 litro de caldo de vegetais, 8 fatias de pão francês, manteiga/margarina para passar no pão, 50g de queijo parmesão ralado, 1 pão italiano (opcional), 50g de queijo muçarela ralado (opcional) e 1 colher (sopa) de cheiro-verde (opcional).


Modo de fazer: frite as rodelas de cebola na manteiga/margarina, em uma panela funda, até que que comecem a dourar. Acrescente a farinha de trigo e misture. Junte o caldo de legumes e ferva por 15 min. À parte, passe manteiga/margarina nas fatias de pão e toste-as na frigideira. Coloque-as em papel-toalha para escorrer o excesso da gordura. Ponha o queijo parmesão ralado e o queijo muçarela ralado, ponha no forno para gratinar e sirva com as torradas. Outra opção é pôr as torradas por cima do queijo parmesão ralado (e não usar a muçarela), polvilhar parmesão ralado por cima das torradas também e servir assim mesmo (polvilhando cebolinha e salsa ou não). Outra opção é pôr a sopa no pão italiano, polvilhar com 50g de cada queijo ralado e levar ao forno para gratinar. Outra opção é usar também croutons no lugar das torradas.


Use sua imaginação e os ingredientes que tem em casa e sucesso!!!



Outras Receitas de Sopa de Cebola














Beijinhos da Sil!!!:-)

domingo, 29 de abril de 2012

Empadão Goiano, direto de Caldas Novas(GO)...

 

Bem, sobre Caldas Novas (GO), será uma outra postagem, mas, entre uma piscina e outra, hora de saborear as delícias locais! O empadão goiano, o kibe com queijo, o sorvete assado..e por aí vai.....mas não é tudo que gosto por aqui. Por exemplo, o piqui (que tantos adoram)...não faço questão. Cada um com seu gosto e respeito isso, claro!

Assim, como sempre faço, pedi novamente umas dicas da receita de tudo que comi. Nem sempre consigo que as pessoas me digam como fazer, mesmo pedindo direitinho e não sendo moradora local, mas com educação e jeitinho a gente normalmente consegue ser tratado assim também e as pessoas retribuem o carinho com detalhes da receita que pediu! Aliás, penso logo no Blog da Doce Lar e em vocês. Por isso estou aqui postando mais essa delícia! Ah, nessa receita, disseram-me que não vai gordura vegetal hidrogenada. Os outros 2 locais onde experimentei e pedi dicas, usam a gordura vegetal sim, pois é a padrão. Por isso mesmo, após a receita abaixo, que é mais light, digamos assim, disponibilizarei links da receita goiana tradicional.
  
Vamos ao que interessa: a receita!

Ingredientes da Massa: 1kg de farinha de trigo, 300ml de guaraná, 1 gema de ovo e sal a gosto. Sugiro temperar também com um dente de alho amassado e um fio de azeite extra virgem.

Ingredientes do Recheio: 2 peitos de frango já cozidos no tempo a seu gosto e desfiados, 6 dentes de alho amassados, 1 cebola picada, 5 colheres (sopa) de molho de tomate pronto, 100g de requeijão, 2 copos de água (no copo de requeijão - de vidro), 100g de azeitona picadas, 100g de palmito picado (compre do inteiro, ferva e depois pique), 1 lata de milho verde lavado e escorrido, 2 colheres (sopa) cheias de farinha de trigo, umas 4 a 5 colheres (sopa) de óleo de milho e sal a gosto. Se quiser, um pouco de pimenta em pó realça o sabor. Use umas 2 gemas na hora de pincelar (misture-as com óleo).

Modo de Fazer a Massa: amasse bem todos os ingredientes até ficar uma massa só. Deixe que ela descanse um pouco. Passe a preparar o recheio. Quando o recheio ficar pronto, divida a massa em duas partes e abra com a ajuda de um rolo (ou de uma garrafa de vidro), sem deixá-la muito fina. Primeiro forre o fundo de uma forma redonda (de preferência a que solta o aro) e depois forre as laterais. Adicione o recheio. Depois, cubra com o que sobrou da massa. Se der, enfeite toda as laterais, na parte de cima, uma massa trançada. Dê uma pincelada com a gema de ovo misturada ao óleo, leve ao forno quente para assar. Depois de uns 15 minutos, baixe para forno médio (uns 180º).

Modo de Fazer o Recheio: aqueça o óleo de milho. Ponha a cebola e o alho para refogar. Acrescente o frango e o molho de tomate. Adicione sal, pimenta. Refogue bem, depois acrescente a água e a farinha de trigo. Misture até engrossar, para acrescentar o milho verde. Espere esfriar e acrescente o palmito, o requeijão e as azeitonas. Misture tudo e está pronto o recheio.


Dica: pode fazer essa quantidade e congelar, no freezer, nas porções desejadas, em saco, retirando o ar.


Outras Receitas mais Tradicionais de Empadão Goiano











Outro tipo de massa de Empadão
O empadão goiano é gostoso também, mas, se você prefere, como eu, uma massa que esfarele na boca (aí já é outra receita - dizem que ela é carioca....), pode acessar o link http://docelarparavoce.blogspot.com.br/2011/11/massa-de-empadao-ou-empadinha-ou.html


Diversas formas de Empadão



Beijinhos da Sil e bom apetite!!!:-)

sábado, 14 de abril de 2012

Batata Rösti (Recheios; Filé Mignon com Queijos e Tomate Seco;e Camarão Flambado com Requeijão)

Hummmmmm....é uma delícia!!



Fiz com o recheio de camarão, como está logo abaixo,
mas além dessas dicas de recheios, há muitas variedades a serem utilizadas.
Use sua imaginação e divirta-se. É fácil de fazer e fica uma delícia de verdade!
A receita abaixo é da Chef e Proprietária  da "Eighties Batataria", Sra. Gilmara Maia.


A BATATA....

Ingredientes: 1kg de batata (de preferência, a roxa, a baroa, por conter menos água), óleo de canola. No meu caso, preparei o recheio, logo após separar todos os ingredientes. A montagem foi com a batata, o recheio e depois da batata (inclusive já ralada). Logo que acabei de ralar a batata, pus o recheio e fiz a Batata Rösti. Também não poderia ser muito antes o recheio, porque esfriaria.

Modo de Fazer: 1 dia antes, faça um pré-cozimento das batatas inteiras e com as cascas, já lavadas, até que fiquem macias. Guarde-as, já escorridas, em um recipiente seco na geladeira, por umas 12 horas. Depois do descanso, descasque-as, e rale-as. Unte uma frigideira pequena de telefone com óleo de canola, forre-a uma camada de batata ralada, ponha o recheio no meio e faça mais uma camada de batatas. Leve a frigideira ao fogo médio, jogando um fio bem fininho de óleo ao redor, na parede da frigideira. Depois de uns 10 minutos, a batata começa a dourar. Fique observando para não queimar. Quando estiver no ponto desejado, escorra o óleo com cuidado e vire a batata inteira, com cuidado, para dourar o outro lado. Mais uma vez, coloque um fio de óleo ao redor da batata, até ela dourar. Escorra o óleo e ponha a batata rösti em papel absorvente, para tirar o excesso de óleo. Sirva imediatamente. A salada é um bom acompanhamento.


Dica 1: observe que o óleo que você tira da frigideira, escorrendo-o, faça isso de forma que ele caia em um vidro, pois esses óleos de fritura que não estão ruins podem ser aproveitados por pessoas que fazem sabão para lavagem de roupa. Assim também, você não corre o risco de deixá-lo escorrer na pia.

Dica 2: o preparo leva uns 30 minutos e rende 4 porções, para ambos os recheios.


OS RECHEIOS.....

Filé Mignon, Seco, Gorgonzola e Provolone


Ingredientes: 200g de filé mignon em tirinhas, 80g de tomate seco, 100g de queijo gorgonzola, 60g de queijo provolone, alho, óelo e sal a gosto.

Modo de Fazer: tempere a carne com sal e alho. Refogue-a com um pouco de óleo até que fique ao ponto. Corte o tomate, o provolone e o gorgonzola em cubos. Misture tudo e ponha sobre a primeira camada de batatata, para ser o recheio dela.


Camarão Flambado com Requeijão


Ingredientes: 200g de camarão médio vermelho sem casca, azeite, alho e cebola a gosto, uma dose de conhaque, 50ml de molho de tomate e 150ml de requeijão.

Modo de Fazer: refogue o camarão com cebola e alho no azeite. Flambe o camarão com o conhaque, adicione o molho de tomate pronto e o requeijão. Junte essa mistura sobre a camada de batata que você pôs na frigideira.


CURIOSIDADES sobre a BATATA

A história da batata remota de uns 7mil anos, entre pavor e veneração, a começar pela civilização Inca, que cultivava e cultuava a batata nas encostas das montanhas andinas. Há uns 500 anos, os espanhóis, ao invadirem a América do Sul e arrasarem a sociedade Inca, que já estava em declínio, levaram, além do ouro, muitas batatas, talvez por curiosidade meramente botânica ou para alimentar os tripulantes do navio no caminho de volta. Fato é que a durabilidade do produto fez com que ele fosse divulgado na Europa. 
No início, todos estranharam (até a própria tripulação - exatamente pela sobra do produto, ele chegou na Europa e foi difundido). da Espanha, ela foi ao Reino Unido e, por muitos anos, pela tal desconfiança, tornou-se comida de porcos e dos muito pobres. Aliás, por anos, ela foi encarada, pelo Ocidente, como algo profano e era citada como "coisa de índio"...até médicos do século 17 chegaram a dizer que ela causava tuberculose e raquitismo...
...isso nos lembra os dias de hoje, quando vemos que vários alimentos, ora são vilões, ora são os campeões de saúde....
Bem, veja que, em 1768, até a enciclopédia Britânica a classificava de alimento  desmoralizador. Inclusive a "Santa Inquisição' deu um jeito de associar a batata às bruxas.
É, mas a facilidade do plantio e a miséria das guerras acabou dobrando o "Velho Mundo" e solucionando a fome. Também, Ou seja, no século 18, diversos países incentivaram a produção da batata em larga escala. Fato é que mais e mais a batata "pegou" e conseguiu se fazer presente em lares dos mais e dos menos afortunados, proporcionando ao nosso paladar deliciosos momentos de prazer.
Dos pratos mais tradicionais aos mais requintados pratos europeus (Batata Soutê/Alemanha; Bacalhau com batatas/Portugal; Salada de Batatas/Alemanha; e a Batata Rösti/Suíça), hoje, a batata é o quarto alimento mais consumido no mundo.
(Informações obtidas em matéria do CorreioBraziliense, em 25/03/12,
e resumida por mim para vocês)


Outros Links para Batata Rösti
(use sua imaginação nos Recheios)



Que tal fazer um recheio de carne seca?






Outras Receitas com Batata









Bom Apetite!!
Beijinhos da Sil!!:-)

sábado, 7 de abril de 2012

Filé à Oswaldo Aranha (MUITO fácil de fazer e serve 2 pessoas)


Mais fácil que isso? E ficou uma delícia!



Fiz rapidinho hoje, pois cheguei já tarde das compras pra fazer almoço....
...aos que não comiam carne...
....bem, um filezinho de peixe no azeite caiu bem e foi rapidinho e delicioso também!





Ingredientes: 1 filé mignon alto (de 40g), 4 dentes de alho cortados em rodelas finas (ou picados) e fritos (em forno médio, em azeite), sal a gosto e óleo de milho para fritar e filé.


Modo de Fazer: quando os acompanhamentos estiverem prontos (sugestão: salada, arroz branco, batatas chips e farofa de ovos), frite o filé já temperado com sal. Retire-o, cubra-o com o alho frito e sirva. Se desejar dobrar a receita, também fica fácil!


Sobre o prato temos essa dica acerca de seu nome e uma opção a mais de receita



Veja outras opções para o mesmo prato





Curta sua Páscoa!
Beijinhos da Sil!!!:-)

domingo, 1 de abril de 2012

Arroz de Camarão ao Forno (Prático e Saboroso...)

Se receber muitas pessoas em sua casa na sexta-feira Santa, além do tradicional bacalhau,
que tal uma receita saborosa com camarão?
Esta receita me chamou a atenção, entre tantas outras da coleção "Cozinha Regional Brasileira", da Abril Coleções. No caso, o livro do Rio de Janeiro.




Ingredientes: 1/2 xícara (chá) de óleo de milho, 1/2 cebola picadinha, 4 dentes de alho picadinhos, 2 tomates sem pele e sem sementes, 1/2 xícara (chá) de caldo de peixe, 500g de camarões médios limpos e cozidos, 1 e 1/2 xíxara (chá) de arroz branco cozido, 1 xícara (chá) de ervilhas congeladas e pré-cozidas, 1 ovo inteiro cozido e 1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado.

Modo de Fazer: aqueça o óleo em uma frigideira e doure a cebola e o alho. Junte 1 tomate já cortado em cubos e deixe em fogo brando até formar um molho. Acrescente o caldo de peixe e deixe evaporar até que fique com a espessura de molho de novo. Adicione os camarões, o arroz e as ervilhas. Coloque em um recipiente e decore com 1 tomate e o ovo cozido cortado em gomos. Polvilhe com queijo parmesão e leve ao forno médio pré-aquecido por cerca de 5 minutos.

Dica 1: sirva com salada e beba vinho branco Chardonnay (bem refrescante). Se não gosta de vinho ou de água de coco e prefere refrigerante, opte por um de limão, que também refresca bem.

Dica 2: se não quiser fazer o caldo de peixe, compre camarão grande com casca e as retire. À parte, ferva as cascas com sal, cebola e alho e depois coe e reserve para uso. Também fica gostoso. Mas se fizer com o caldo natural de peixe, ficará melhor ainda. Pode comprar o peixe no dia da promoção no supermercado, pedir que corte um fresquinho pra você. Do rabo, da cabeça e do espinhão interno, você faz o caldo e do corpo do peixe, você o tempera de véspera e o faz no forno...é uma dica só.



Caldo de Peixe: unte uma panela com manteiga, coloque 1 xícara (Chá) de cebola em rodelas, 500g de cabeças e espinhas de peixe (vendem em mercado de peixe), 6 talos de salsa e 2 colheres (sopa) de suco de limão e 1/2 colher (chá) de sal. Cozinhe por uns 5 minutos em fogo alto om a panela tampada. Junte 1/2 xícara (chá) de água e 1/2 xícara (chá) de vinho branco seco. Deixe levantar fervura e baixe o fogo para não derramar. Retire a espuma formada e Passe por uma peneira fina e leve à geladeira.